Mãe amamentando

Amamentação

Ontem postei no instagram essa foto no instagram com um breve textinho. Três  motivos me motivaram a postar, primeiro pelo fato de ter alcançado a minha meta pessoal de amamentar o Biel por pelo menos um ano – semana passada minha delícia completou um ano de vida. Em segundo, porque estou muito gripada, e desde que ele nasceu eu já fiquei gripada algumas vezes e já peguei uma virose braba. E Biel passou ileso a tudo…  E terceiro, mas não menos importante, é porque acho que falta apoio e informação a mãe que amamenta ou a gestante que quer amamentar.

Foi um ano de amamentação em livre demanda. O começo não foi fácil, seio machucado, muita dor para amamentar, Biel queria ficar acoplado em mim muitas horas do dia – alguns dias chegavam a quatro horas direto, sem sair. Paciência e doação total são as palavras que me marcaram neste período – além do amor incondicional.

Com o tempo, tudo foi se ajeitando e fomos vencendo pequenas etapas. Primeiro o medo de não ter leite, de não conseguir, de não gostar do ato de amamentar. Depois de conseguir completar os seis meses de amamentação exclusiva. Com a introdução alimentar, dele perder o interesse ou de abandonar o peito por conta da mamadeira. A cada etapa vencida era um alívio e a cada vez que sentia o leite descendo e o seio cheio de leite me sentia e me sinto plena.

Nunca quis fazer amamentação prolongada por mais de dois anos, mas já que alcancei a minha primeira meta, me proponho uma nova: até 18 meses. Acredito fielmente que estou proporcionando ao meu filho mais do q um complemento de vitaminas e enzimas, estou passando meus anti-corpos, imunizando ele. Além do valor nutricional, tem o aconchego emocional… Que alimenta nós dois <3

Share: